Como combater a ansiedade sem o uso de remédios?

A ansiedade é um processo natural do ser humano e a presença dela nos incentiva a entrar em ação. Contudo, o problema está no desequilíbrio, ou seja, quando a ansiedade deixar de ser algo benéfico para nos impedir de viver melhor. Dada a importância deste assunto, vamos descobrir como combater a ansiedade sem o uso de remédios.

Não é tão simples diagnosticar, e consequentemente, tratar dos transtornos de ansiedade.

O indivíduo acometido deste problema pode achar que as manifestações do corpo e da mente são normais e que vão passar com o tempo. No entanto, a tendência é que piorem se a ajuda de um especialista não for acionada brevemente.

A boa notícia é que hoje em dia, existem diversas terapias com altos níveis de eficiência para tratar os transtornos de ansiedade sem que a pessoa tenha que usar remédios. 

Aliás, os remédios tem se mostrado menos competentes em comparação com as terapias, como veremos mais adiante.

Sendo assim, se você se interessa por este assunto continue com a leitura até o final para entender mais sobre os transtornos da ansiedade e conhecer 5 terapias para combater a ansiedade sem medicamentos.

Transtornos da ansiedade

Pode levar um tempo até que a pessoa desconfie de um transtorno de ansiedade, justamente porque nos dias atuais, vivem-se momentos contínuos de estresse, preocupações e medos. 

Sendo assim, no seu quadro mais extremo, o transtorno da ansiedade pode apresentar sintomas como:

  • Sensação contínua de que algo muito ruim vai acontecer a qualquer momento;
  • Falta de controle sobre os pensamentos, que vem a tona repetidamente durante o dia;
  • Sentimento de pavor depois de uma situação difícil;
  • Medo exagerado de ser expor ou ser humilhado publicamente;
  • Medo extremo de alguma situação ou objeto em particular;
  • Preocupação, tensão ou medos exagerados com a família, dinheiro, casa e etc. A pessoa não consegue relaxar e está sempre alerta, liberando uma grande quantidade de hormônios estimulantes como a adrenalina.

Quando olhamos para o sintomas acima, de forma isolada, é fácil concluir que eles são passageiros e relacionados a alguma situação em particular. Contudo, é preciso se manter atento a frequências de tais manifestações, assim como, sua intensidade.

Esses sintomas são psicológicos e com o passar do tempo tendem a se manifestar mais agressivamente a exemplo dos ataques de pânico, fobias, TOC – transtorno obsessivo compulsivo e outras.

Existem diversas maneiras de tratar os transtornos de ansiedade e a medicação é comumente utilizada, na forma de calmantes ou antidepressivos. 

No entanto, terapias que não incluem remédios têm se mostrados ainda mais eficazes para combater a ansiedade.

5 terapias para combater a ansiedade sem medicamentos

Para que se possa combater a ansiedade sem o uso de medicamentos, o indivíduo pode utilizar tratamentos diferenciados. 

Sendo assim, separamos 5 terapias das quais considero mais relevantes. Veja:

Terapia cognitivo comportamental (TCC)

Estudos comprovam um alto nível de efetividade da TCC no tratamento dos transtornos da ansiedade. Noventa por cento dos quadros de pânico e fobia são minimizados ou eliminados com a terapia cognitivo comportamental. Essa é uma terapia com início, meio e fim e dura de 4 a 8 semanas em média, dependendo da situação do indivíduo. Ela deve ser conduzida por um profissional especializado.

Estimulação transcraniana

Este diz respeito a um procedimento que estimula o cérebro por meio de impulsos magnéticos que mudam a forma como os neurônios se comunicam entre si, ajudando a diminuir ou desativar a ansiedade, hiperativando outras áreas do cérebro resultando em um equilíbrio.

Treinos de mindfulness

É um tipo de treinamento que direcionar a atenção para o momento presente por meio de práticas de meditação. Vale destacar que os treinos não tem relação com religiões ou filosofias, mas sim no foco para o agora que acontece com as práticas meditativas.

Com os treinos de mindfulness busca-se conectar o cérebro com o momento presente, sem se apegar ao passado ou ficar se “pré-ocupando” com o futuro. O objetivo não é limpar a mente dos pensamentos, mas sim trazê-los para o agora.

Fitoterápicos

Existem poucos estudos confirmando a efetividade dos fitoterápicos no combate a ansiedade. Contudo, alguns deles se mostram mais eficientes para os indivíduos que não querem usar remédios. Os fitoterápicos mais interessantes neste caso são: cava, passiflora, rhodiola rosea, valeriana e ginkgo biloba.

Mas atenção! Não use esses produtos sem conversar com seu médico, pois alguns deles podem interagir negativamente com outros medicamentos que você já estiver utilizando.

Técnicas de relaxamento

Algumas práticas como yoga e tai chi tem demonstrado benefícios no combate a ansiedade, pois promovem uma sensação de bem estar, concentração no momento presente e expansão da capacidade cognitiva do cérebro.

Vale destacar que cada pessoa deve ser avaliada em sua individualidade pelo médico para chegar a um tratamento interessante.

Quais tratamentos são mais eficazes?

Se você chegou até este ponto da leitura, pôde perceber que o uso de remédios no tratamento da ansiedade é somente uma das formas de combatê-la.

Além disso, existem estudos que comprovam a eficácia das terapias com relação aos medicamentos comparando percentual de melhoria versus percentual de recaída.

Logo, a TCC – terapia cognitivo comportamental, é a mais eficiente tendo um índice de melhora de 80 a 90% nos pacientes que optaram por ela. Sendo que o seu índice de recaída é de apenas 15 a 20%.

Se compararmos com o índice de recaída dos calmantes que é de 90% e dos antidepressivos que é de 35%, percebe-se uma grande vantagem na adoção da TCC.

Os treinos de mindfulness também são efetivos no combate a ansiedade, a exemplo do que acontece com a TCC.

O corpo se manifesta

Ter conhecimento é ter poder.

Uma vez que você sabe que pode optar por terapias efetivas no tratamento da ansiedade, é possível buscar entender os benefícios e suas aplicabilidades, conversando mais com o seu médico a respeito do assunto.

Assim como o corpo se manifesta com relação ao surgimento da ansiedade, ele dará sinais de melhora conforme o tratamento avança aumentando a qualidade de vida.

Portanto, preste atenção a esses sinais.

Você também pode gostar de ler: Quais os impactos dos pensamentos na saúde?

Dr. Victor Sorrentino

O médico gaúcho Victor Sorrentino carrega em seu DNA a relação com a Cirurgia Plástica. Filho de conceituado Cirurgião Plástico, respirou Medicina desde cedo e seguiu sua formação especializando-se no Rio de Janeiro.